Cagliostro e a Flauta Mágica – A história de duas Iniciações

O Ponto Dentro do Círculo

1791 – Estreia da Ópera “Flauta Mágica “ de W. Mozart | Cais da ...

Há maçons que “enchem a boca” para dizer que Mozart era membro da Ordem, mas será que sabem que a obra maçônica magna do compositor trata da iniciação de uma personagem do sexo masculino e outra do sexo feminino?

Seria apenas o casamento do rei e da rainha dentro de cada um de nós, ou, além disso, uma defesa dos ritos mistos? Para mim, este fato nada tira do brilho dessa ópera; pelo contrário, acrescenta-lhe. Vamos conferir um pouco dessa história no texto a seguir.

A ópera, gênero mais familiar para nós em sua roupagem italiana (Verdi, Puccini), tem uma tradição que remonta a um pouto cantes do ano de 1600. No final do século XVIII, vários tipos de ópera eram populares e geralmente se dividiam em dois grupos: as “sérias” e as “cômicas”.

A ópera cômica, que era popular na França e na Itália do século XVIII, também se expandiu…

Ver o post original 2.357 mais palavras

Sobre Luiz Marcelo Viegas

Mestre Maçom da ARLS Pioneiros de Ibirité, nº 273, jurisdicionada à GLMMG. Membro da Escola Maçônica Mestre Antônio Augusto Alves D'Almeida - GLMMG e da Academia Mineira Maçônica de Letras. Contato: opontodentrodocirculo@gmail.com
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Cagliostro e a Flauta Mágica – A história de duas Iniciações

  1. Linda Peça de Arquitetura Irmão TFA

    Curtir

Deixe uma resposta para Rosemaat Abiff Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.