O Juramento e o poder das instituições

Juramento e compromisso maçónicos - Freemason.pt

O Juramento

Ato realizado pelo profano após as três viagens, onde o profano após realizá-las passa a ser chamado de Neófito. Em vez de Profano ou seja “fora do templo “se diz daquele ainda não iniciado nos nosso augustos mistérios. Profanar é levar para fora segredos que a Maçonaria, ou outro Culto, ou Doutrina prega exclusivamente em seus templos.

O Juramento se faz com o profano ajoelhado sobre o joelho direito, com a mão direita sobre o livro da lei e a mão esquerda sobre o coração com o Compasso ou seja do lado esquerdo do peito.

O Juramento se faz perante Deus, denominado pelos maçons Grande Arquiteto do Universo e a promessa é feita aos irmãos da Loja por isso o “Eu juro e prometo …”.

A primeira parte do Juramento se refere ao SEGREDO sobre os Mistérios da Maçonaria que forem confiados.

A segunda parte do Juramento se refere a Fraternidade e Responsabilidade junto aos irmãos esparsos pelo Mundo.

A terceira parte é um Juramento de HONRA onde se pede que seja sempre Cidadão honesto e digno.

A quarta parte diz respeito a LEALDADE a Potência, Leis Regulamentos e Obediência. Estar em aperfeiçoamento contínuo e repelir o que prive o Homem de seus direitos e deveres de cidadão.

Toda Orcem Iniciática e esotérica pede que se faça um Juramento para o ingresso e a Maçonaria não é diferente.

Após o Juramento, o Profano se torna Neófito ou seja “Planta Nova”. O novo nascimento na Maçonaria gera uma nova oportunidade de vida na qual a visão da Luz Divina nos traz o discernimento para o caminho da retidão que será trilhado através da dedicação, significado dos três passos da Maçonaria .

O poder das instituições

Embora não pareça, as Instituições são mais importantes que as pessoas. Em nosso país os cidadãos, em sua grande maioria, não se preocupam com os objetivos dos partidos mas, com as pessoas que os compõe. Os partidos devem defender interesses que tem sintonia com aqueles que nós temos afinidade mas, a grande maioria não pensa assim. Em nossa ordem, também, a importância pessoal é em muitas vezes maior que a as instituições, sejam elas a Grande Loja Maçônica, a loja como Instituição ou grupo de ação. As pessoas se sentem vaidosas e até batem no peito dizendo vou a esta loja porque gosto deste irmão, ou não vou aquela porque não gosto de outro irmão; ou ainda, estou nesta loja por causa do irmão que gosto e se ele sair eu saio, ou se este irmão for Venerável eu saio ou não vou frequentar. Os valores da Ordem são muito maiores que estes, e nossos ensinamentos devem ser praticados em sua essência .

Que assim Deus nos ajude !!!

Autor: Antônio José da Silva

Antônio José é Mestre Instalado e fundador da ARLS Águia das Alterosas – 197 – GLMMG, Oriente de Belo Horizonte, vice-presidente da Escola Maçônica Mestre Antônio Augusto Alves D’Almeida, membro da Loja de Pesquisas Quatuor Coronati Pedro Campos de Miranda, e também um grande incentivador do blog.

Screenshot_20200502-144642_2

Só foi possível fazermos essa postagem graças à colaboração de nossos leitores no APOIA.SE. Todo o conteúdo do blog é disponibilizado gratuitamente, e nosso objetivo é continuar oferecendo material de qualidade que possa contribuir com seus estudos. E você também pode nos auxiliar nessa empreitada! Apoie nosso projeto e ajude a manter no ar esse que é um dos blogs maçônicos mais conceituados no Brasil. Para fazer sua colaboração é só clicar no link abaixo:

https://apoia.se/opontodentrodocirculo

Sobre Luiz Marcelo Viegas

Mestre Maçom da ARLS Pioneiros de Ibirité, nº 273, jurisdicionada à GLMMG. Membro da Escola Maçônica Mestre Antônio Augusto Alves D'Almeida - GLMMG e da Academia Mineira Maçônica de Letras. Contato: opontodentrodocirculo@gmail.com
Esse post foi publicado em Maçonaria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O Juramento e o poder das instituições

  1. Carlinhos de Brito disse:

    Simples e objetivo.

    Curtir

  2. EDUARDO ARAUJO NETO disse:

    E QUANTO AOS JURAMENTOS DE MAÇONS EFETUADOS EM INSTITUIÇÕES PARAMAÇÔNICAS ANTERIORES E/OU POSTERIORES, COMO FICAM? VÁLIDOS OU SERIAM PERJURIOS TAIS MAÇONS?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.