As sete artes e ciências liberais

☠ 85 ☠ Artes Liberais e a Maçonaria, o que tem haver? | Canal Papo Maçom -  YouTube

O ensino e os estudos em épocas passadas, das artes e ciências chegaram  até nós a partir da Idade Média (476  a 1453 da era Cristã).

Apenas para relembrarmos, o período medieval iniciou-se com a queda do Império Romano, ocorrido em 476 e termina com a queda da cidade de Constantinopla, hoje Istambul, ocorrida em 1453.

Durante essa era, acreditava-se que a soma de todo o conhecimento, resumia-se a aos estudos de sete artes ou ciências. Elas eram conhecidas como “artes liberais” do latim “liber” significando Livre.

Mas na realidade elas já eram conhecidas desde Pitágoras e Platão, já sendo ensinada na Grécia antiga. Podemos afirmar que elas foram a base e a estrutura do ensino atual, sendo que além destes, Santo Agostinho também desempenhou um importante papel no estabelecimento de sua base.  

Com a invasão dos povos bárbaros que destruiu o Império Romano, muitos do conhecimento antigo quase que se perdeu, daí alguns estudiosos na Idade Média, terem reunidos todos os conhecimentos para sua preservação. Um deles, será do frade dominicano Thomas de Cantimpré que em suas Instituitiones divinarum et saecularum litterarum  plativa, que constituiu durante séculos um verdadeiro manual de ensino ministrado nos mosteiros, oferecendo uma síntese de tudo o que era considerado importante à formação intelectual de um monge. O livro está dividido em sete partes consagradas, cada uma delas, às sete disciplinas que na época romana foram consideradas dignas do homem livre, ou seja: As Sete Artes Liberais.

Elas dividem-se em dois grupos.

  • TRIVIUM (caminho de três estradas ou vias) que são a GRAMÁTICA, RETÓRICA E DIALÉTICA e
  • QUADRIVIUM (caminho de quatro estradas ou vias) são a ARITMÉTICA, GEOMETRIA, ASTRONOMIA E MÚSICA;

Todo Maçom deve ter o mínimo de conhecimento destas artes ou ciências bem como do valor de sua importância para o nosso simbolismo, sendo que para nós. a aplicação destas artes ou ciências é que de devemos continuamente adicionar ao nosso conhecimento, multiplicar a nossa benevolência para com os nossos semelhantes e dividir e auxiliar os seus com aqueles em necessidade.

As Artes ou Ciências Liberais eram estudos que visavam dar uma qualificação profissional voltados para fins econômicos, algo que rendesse o sustento. A Maçonaria nos tempos modernos, dita especulativa, as adotou e lhes deu o significado necessário para a compreensão dos Irmãos

Trivium

Gramática – A arte de escrever ou ler a da comunicação correta

Seu domínio dará ao Maçom, o poder de escrever e interpretar leis. Saber Gramática é ter capacidade para ser um governante, estando apto para ensinar quem necessita.

Segundo Eckersley e Macaulay, “gramática é a arte de colocar as palavras certas nos lugares certos”.

Retórica – A retórica é a arte que nos permite persuadir e influenciar o ouvinte.

Como ciência do discurso e da persuasão, relacionava-se a tudo o que fosse considerado matéria de opinião, podemos dizer que a retórica é a arte do convencimento. É um conjunto de técnicas que comunica uma ideia de modo claro e direto. Ela acrescenta força e elegância para os nossos pensamentos, cultivando nossos ouvintes.

Dialética ou Lógica – Arte de argumentar ou discutir.

Como ciência consiste em analisar a realidade, evidenciando suas contradições e buscando superá-las. Ela nos leva a conclusões baseadas em nosso conhecimento, dirige e nos orienta na busca da verdade.

Quadrivium

Aritmética – Estudo das propriedades do conjunto dos números racionais.

A aritmética é o processo de criação, ao  qual somos capazes de calcular todos os pesos e medidas, mas da vida, e sempre em um  sentido especulativo e filosófico.

Geometria – Ciência das figuras do espaço.

É parte da Matemática, visa estudar as possibilidades de medir um espaço, sendo que nossa Ordem faz uso de seus conceitos  nas edificações que erigimos, bem como vemos no interior de nosso Templo, como os diversos  símbolos que se relaciona com ela, como esquadro, compasso, triângulo, retas, círculos etc. e instrumentos necessários para a construção de nossa obra e de nosso Templo espiritual.

Astronomia – Ciência que estuda os astros e demais corpos celestes

Ela desvenda os mistérios do Cosmos (que quer dizer beleza, daí o termo cosmético). Não devemos confundir com a Astrologia. Ela é aquela arte pela qual podemos traçar a grande simetria, a beleza da criação de Deus através dos céus. Muitos símbolos existentes em nosso Templo, como o sol, a lua, as estrelas são emprestadas da ciência da astronomia.

Música – Arte que permite ao homem exprimir-se por meio de sons.

A música é uma arte que acalma, relaxa, é uma combinação harmoniosa de sons. Diz um antigo ditado que a música acalma as feras, tendo um efeito poderoso sobre nossa alma. A ciência hoje já descobriu que a Música acalma e relaxa animais, plantas crescem mais harmoniosamente quando a escutam. Sabemos da importância do  M. Harmonia em nossas sessões. No passado, a Coluna da Harmonia era composta por Irmãos músicos que tocavam, buscando propiciar a harmonia que deve reinar entre os Obreiros e equilibrar as emoções durante os rituais maçônicos. Infelizmente hoje, os músicos foram substituídos por aparelhagem eletrônica, operada pelo Mestre de Harmonia, que por isso tem uma função importante em nossos trabalhos. Ela purifica a mente e o coração, eliminado vibrações negativas, tornando a reunião harmônica. Portanto, nas sessões Maçônicas deve-se tocar a música que melhor traduza os sentimentos dos Irmãos em cada momento do ritual.

Considerações Finais

Assim, concluímos que as Sete Artes Liberais, estão próximas umas das outras, completando nossa Educação Maçônica.

Compilado por Dermivaldo Collinetti

Bibliografia

  • Enciclopédia Larousse
  • Revista 7º Milénio – As Sete Artes Liberais
  • Reflexões de um Companheiro – Internet, porem sem autor
  • Educação – Site Cola Web
  • Enciclopedismo Medieval – Olga Pombo
  • Astrocaracterologia – Edil de Carvalho
Screenshot_20200502-144642_2

Estimado leitor, contribuindo a partir de R$ 2,00 você ajuda a manter no ar esse que é um dos blogs maçônicos mais conceituados no Brasil. Clique no link abaixo e apoie nosso projeto! Contamos com você!

https://apoia.se/opontodentrodocirculo

Autor: Luiz Marcelo Viegas

Mestre Maçom da ARLS Pioneiros de Ibirité, nº 273, jurisdicionada à GLMMG. Membro da Academia Mineira Maçônica de Letras. Contato: opontodentrodocirculo@gmail.com

Uma consideração sobre “As sete artes e ciências liberais”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.